Pizza italiana ou pizza brasileira: qual é a melhor?

20:53:00


Eis um assunto polêmico! Põe um brasileiro que acabou de voltar da Itália pra falar de pizza pra ver o que acontece: "Aff a pizza italiana é pobre, é só massa, não tem recheio, é sem gosto..." e por aí vai. As vezes para não entrar nessa eterna briga nós até deixamos quieto. Mas chegou a hora de esclarecer esse assunto de uma vez por todas. Afinal qual pizza é a melhor? A italiana ou a brasileira?


Antes de mais nada, temos de reconhecer que realmente ambas são bem diferentes. Porém para entendermos (e apreciarmos) cada tipo de pizza, temos de em primeiro lugar entendermos um pouco da cultura de cada país.

As pizzas brasileiras normalmente são de massa fina e ultra recheadas. Aliás, tipo de recheio é o que não falta: da tradicional calabresa até as mais exóticas como de strogonofe e coração de frango. O ponto é: brasileiro valoriza recheio! Quanto mais recheio, melhor! O molho e a massa geralmente são sepultados em cima de uma camada generosa de recheio. Nem a borda escapa. A massa é só um detalhe sem muita importância. Isso porque talvez no Brasil a fartura de recheio é sinônimo de riqueza e prosperidade. Em um país que viveu séculos lutando contra a pobreza, ver um prato sem recheio parece ser algo pobre, sem muito valor.


Na Itália a pizza é vista de uma maneira bem diferente: para os italianos o principal é uma boa massa e um bom molho de tomate fresco. O recheio tem sua importância, porém não pode ofuscar o sabor da massa (aliás o queijo não pode em hipótese alguma cobrir a massa; o molho tem de ficar aparente). Os italianos valorizam tudo que leva muito tempo para ser preparado: a fermentação da massa tem de ser longa, os embutidos utilizados tem de ficar anos em maturação. A farinha obrigatoriamente tem de ser ultra-refinada (do tipo 00, que não temos no Brasil…). O queijo tem de ser fresco e de boa qualidade. Aliás se for comer uma pizza tipicamente italiana, esqueça a nossa popular muçarela de leite de vaca; isso não existe na Itália. As pizzas tem de obrigatoriamente ser preparadas com mozzarella de búfala fresca (isso é tão importante que o governo controla quem são os produtores autorizados a vender essa iguaria típica do país). E por último: a pizza italiana é feita para se comer com a mão! Isso mesmo, você tem de ser capaz de rasga-la, dobra-la e comer sem muita complicação. Imagina tentar fazer isso com uma super “A moda da casa” brasileira. Seria um desastre total; cairia recheio para todo lado.


Tem curiosidade de experimentar uma típica pizza italiana? Então nossa dica é: não faça comparações! Experimente com a mente aberta; como se fosse uma outra comida! Leve em conta a cultura de cada país! Nossa opinião?  Sinceramente? Amamos ambas! Não há melhor; apenas diferente. São alimentos de culturas diferentes, mas igualmente deliciosos. Então, se tem uma viagem marcada para Itália, entre numa pizzaria , peça uma típica margherita, rasgue e coma com as mãos sem lembrar do Brasil. Pode ter certeza que não vai se arrepender!

Algumas curiosidades da pizza italiana:

  • Mesmo dentro da Itália, dependendo da região, as pizzas podem ser bem diferentes. Já postamos aqui algumas diferenças entre a pizza romana e a napolitana. 
  • Na Itália a pizza é individual. Isso mesmo: cada um pede a sua, e o tamanho é gigante (do tamanho de nossa pizza grande de 8 pedaços). Porém por ser fina e com pouco recheio, é super fácil comer uma inteira sozinho. Aliás é um alimento super barato: custa entre 4 e 9 euros.
  • Alguns recheios tradicionais são: margherita [mozzarella de búfala e tomate],marinara [molho de tomate e alho], napolitana [mozzarella, tomate e anchova], quattro formaggi [quatro queijos, dos quais um é sempre o gorgonzola], fiori di zucca [flor de abobrinha, mozzarella e anchova], ortolana [mozzarella e verduras, geralmente berinjela, abobrinha e pimentão], funghi [cogumelos], funghi e prosciutto [cogumelos com presunto cru, geralmente Parma], gorgonzola e noci [mozzarella, gorgonzola e nozes] e gorgonzola e radicchio [mozzarella, gorgonzola e chicória roxa]. Você também pode pedir a pizza de cogumelos na versão “bianca” (branca), ou seja, sem  molho de tomate, ou “rossa” (vermelha) com molho de tomate. 
  • Confira também o nosso artigo sobre alguns segredos de como é feita a verdadeira pizza italiana. 

E você prefere qual pizza? Compartilhe conosco também sua opinião!

Talvez também goste de...

5 comentários

  1. Poxa muitas dessas pizzas nem tem queijo.. E o orégano? Não existe pizza no brasil sem queijo e orégano... Pensei que na Itália seria assim tb. kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. È só uma pizza que leva orégano: a marinara. A maioria não tem pois é um sabor muito forte. Nos classicos (margherita, 4 stagioni, capricciosa, 4 formaggi) não tem. A "camada" de queijo deixa a pizza frouxa e pesada. Por isso vai em cubinhos, mas nunca a cobrir a pizza inteira. O molho de tomate é importante também, tem que aparecer na pizza, não é secundário. Em fim, as críticas que a pizza é pobre e não tem sabor: é pobre sim, por isso na italia custa em média 20 reais (individual no prato grande) e não 50 pra comer 8 fatias em dois. È sem sabor: Qualquer ingrediente da sabor a pizza. Uma pizza com alho, oregano e molho de tomate tem um sabor particular, que não vem de uma montanha de sabores em cima, todos misturados. Tem quem passa mal em ver uma pizza "vazia" e quem passa mal em ver uma pizza exagerada. Mas as diferencias não param aqui: A massa da gente vem descansando pelo menos 24 horas, pois se fosse antes terminaria o aumento de volume na sua barriga. Leve em conta isso, e as toneladas de receios que vão em cima...como pode assar direito a pizza? Sempre vai ficar crua. faça um teste da próxima vez: pegue um pedaço de massa da pizza e amasse com as mãos: se a massa ficar não voltar na forma original significa que está crua, e a sua barriga está em perigo. Em fim, a pizza é criação italiana mas de fama internacional e, no mundo todo, cada um faz de um jeito diferente de acordo com os ingredientes e os gostos.

      Excluir
    2. No Brasil também tem pizza sem queijo

      Excluir
  2. " Os italianos valorizam tudo que leva muito tempo para ser preparado" Sim meu amigo, mas a pizza fica assando no forno menos de 2 minutos...;)

    ResponderExcluir
  3. Ao meu ver e de acordo com a língua portuguesa, RECHEIO, é o que vai dentro de algo, como na pizza vai em cima, seria COBERTURA, assim como em inglês TOPPINGS, top = parte de cima. Sobre o tema da matéria, brasileiro normalmente melhora (ao seu gosto, claro) pratos de muitos lugares do mundo, deixando às vezes até melhor que o original.

    ResponderExcluir

Canal Youtube

Novidades por email!