A história da Pizza no Brasil

23:20:00


A nossa tão querida pizza chegou pela primeira vez em solos brasileiros pelas mãos dos primeiros imigrantes italianos que no final do século 19, desembarcaram no porto de Santos. Não precisamos nem falar que ao chegar foi amor a primeira vista! 

Como tais imigrantes se instalaram em sua maioria na antiga cidade de São Paulo, a capital paulista acabou se tornando o berço brasileiro das nossas saborosas redondas. O bairro paulistano do Brás foi o local de nascimento das primeiras pizzarias do Brasil. Acredita-se que o primeiro pizzaiolo estabelecido na cidade de São Paulo tenha sido o napolitano Carmino Corvino, o "Dom Carmeniélo", dono da já extinta Cantina Santa Genoveva, instalada na esquina da Avenida Rangel Pestana com a Rua Monsenhor Anacleto, inaugurada em 1910.

Mas antes mesmo da existência das pizzarias por aqui, a pizza já era consumida pelas ruas, como um lanche, a qualquer hora do dia. Eram vendidas como na Itália, por garotos que carregavam pequenas estufas de cobre (os “scudos”) como tambores, cheios de pizzas pré-preparadas que eram mantidas quentes por brasas de carvão.

A mais antiga pizzaria brasileira ainda em funcionamento, a Castelões (R. Jairo Góis, 126, Brás), foi fundada em 1924 e mantém em seu cardápio até hoje as mesmas pizzas com borda alta e massa grossa dos primeiros tempos.

A partir dos anos 50 as pizzarias se disseminaram por todo o Brasil e a pizza é hoje consumida de Norte a Sul do país, já fazendo parte do cardápio tradicional da maioria dos brasileiros.
"Castelões" - A mais antiga pizzaria em funcionamento do Brasil
Desde 1889, o Dia da Pizza é celebrado na Itália em 10 de julho, data em que o rei Umberto I e a rainha Margherita experimentaram o prato. Em 1985, esse dia se tornou oficial em São Paulo.

Um fato curioso: o nosso tão popular “Rodízio de Pizza” foi inventado pelo empresário Sérgio Della Crocci  em 1976, quando abriu seu estabelecimento no bairro do Pari (São Paulo). A proposta de cobrar do freguês um terço do valor de uma pizza para que comesse à vontade quantas fatias conseguisse aguentar fez sucesso. Dois anos depois, o Grupo Sérgio, como o negócio foi batizado, inaugurava sua quinta filial no bairro de Pinheiros. Por semana 15 mil clientes formavam fila em frente às casas, consumindo 3,5 toneladas de massa e 25 toneladas de muçarela em cada uma das unidades. Após o furor inicial, no entanto, a rede perdeu público, apostou em bufês, mas não sobreviveu ao fim dos anos 90.
 
Primeiro Rodízio de pizzas do Brasil
 Atualmente com mais de 6 mil pizzarias, São Paulo já é a segunda cidade onde mais se come pizza no mundo. Só perde para Nova York, onde a presença de italianos também é muito forte.  Os fornos paulistas produzem 1 milhão de pizzas por dia, uma média de 40 mil por hora. 

Não há dúvidas de que a nossa tão querida pizza realmente veio pra ficar.

Talvez também goste de...

0 comentários

Canal Youtube

Novidades por email!